Hoje, já estamos percebendo a chegada da quarta revolução industrial. As tecnologias evoluíram exponencialmente e, enquanto a indústria 3.0 trouxe mais automação, controle e velocidade aos processos industriais, a era 4.0 chegou para potencializar ainda mais os resultados.

Líderes dos grandes players do mercado industrial já estão cientes da urgência em se adaptar ao novo cenário, mas conduzir essa transformação rapidamente ainda é uma dificuldade. Os principais desafios para mudar a estratégia e atender às demandas da Indústria 4.0 são a falta de visão, as muitas opções de tecnologias disponíveis e os silos organizacionais ou geográficos.

Neste artigo, trouxemos alguns insights que vão ajudar o seu negócio a superar esses desafios. Continue lendo para saber mais!

 

O CRESCIMENTO EXPONENCIAL DE RECURSOS

Antes de avançar no tema “tecnologias da indústria 4.0”, é importante reconhecer que a grande maioria delas não surgiu de repente ou exatamente nessa nova era. O que se tem hoje é consequência de uma evolução exponencial dos recursos tecnológicos ao longo dos últimos anos.

Muitas vezes, as pessoas confundem conceitos de tecnologias antigas com Industria 4.0, mas o que ocorre é que o crescimento exponencial de recursos permitiu uma rápida evolução. O Machine Learning, por exemplo, é uma técnica que evoluiu das Artificial Neural Networks (ANNs) da década 50, e que hoje são empregados com algoritmos cada vez mais avançados por causa dos recursos computacionais abundantes.

Além disso, na prática, a indústria 4.0 surge como a combinação e convergência entre diversos recursos tecnológicos para criar novas soluções, proporcionando um verdadeiro salto evolutivo na manufatura.

 

A ERA DA IIOT

A 4ª Revolução Industrial deu origem a inúmeras aplicações baseadas na IIoT (Industrial Internet of Things). Essa tecnologia, permite a conexão entre sensores, máquinas industriais e sistemas, tornando possível a coleta e a transmissão de dados gerados no chão de fábrica 24h/dia, em tempo real.

Dentre os benefícios desencadeados pelo uso dessa tecnologia, podemos citar a visibilidade em tempo real. O monitoramento de ativos, produção e operações conectadas permite a identificação de problemas de forma preditiva (antes de uma quebra ou falha acontecer). Com isso, reduz-se o tempo de inatividade na planta e aumenta-se a produtividade.

A tomada de decisões baseada em dados é outra vantagem adquirida quando se tem tecnologia IIoT aplicada na indústria. Uma vez que os dados são coletados no chão de fábrica, a integridade da informação é garantida e isso faz com que a tomada de decisões seja mais ágil e assertiva, potencializando ainda mais os resultados para o negócio.

A IIoT pode ser aplicada na indústria para otimizar processos como:

  • Manutenção preditiva: O monitoramento de ativos em tempo real permite a identificação de problemas de forma preditiva (antes de uma quebra ou falha acontecer). Isso reduz o tempo de inatividade na planta, aumenta a produtividade e reduz custos com manutenção corretiva.
  • Controle de qualidade: A tecnologia IIoT permite uma maior comunicação entre a máquina e o que é produzido. Dessa forma, há um ganho na qualidade final do produto, já que qualquer inconsistência pode ser detectada durante o processo de produção.
  • Planejamento de estoque: O controle de estoques também se torna mais eficiente com a utilização de sensores, que podem checar a necessidade de reposição de itens. Isso garante mais agilidade e economia, tanto em relação ao tempo do funcionário para controlar o estoque quanto para evitar o desperdício por compras desnecessárias.

 

A TECNOLOGIA NÃO É O MAIS IMPORTANTE

Para se adaptar as mudanças previstas pela 4ª Revolução Industrial as indústrias precisam de muito mais que tecnologias disruptivas. O que queremos enfatizar aqui, é que a Transformação Digital Industrial requer mudanças fundamentais em todos os aspectos do negócio e vai além da tecnologia.

Esse processo, no entanto, exige uma grande mudança cultural e isso pode ser um grande desafio (e até um impedimento) quando as pessoas não estão alinhadas com o novo cenário.

Por isso, defendemos que a jornada para a Indústria 4.0 começa com uma boa estratégia de negócio para repensar modelos de talentos, transformar os processos e, por fim, considerar as melhores soluções tecnológicas para potencializar os ganhos. O seu negócio está alinhado com esses pilares?

 

PRÓXIMOS PASSOS

Nosso propósito é promover uma transformação digital industrial eficaz, garantindo sucesso na jornada para a indústria 4.0. Por isso, durante todo o mês de julho, nossos conteúdos da série ROADMAP 4.0 abordarão os aspectos mais importantes dessa mudança. Acompanhe nossas redes sociais para receber todas as novidades!

Date: 1 July, 2020 Author: