A indústria 4.0 tem como principal característica o uso de novas tecnologias para conectar o ecossistema físico ao digital. Isso significa conectar máquinas, sistemas e ativos para criar redes inteligentes ao longo de toda a cadeia de produção e, com isso, controlar diversas ações de forma autônoma. Entenda como a automação industrial impacta e porque ela é tão importante na jornada para a indústria 4.0!

As evoluções tecnológicas desencadeadas pela quarta revolução industrial e a otimização de processos industriais viabilizam aumento de produção, melhoria na qualidade produtiva, redução de custos e, sobretudo, o aumento dos lucros para a indústria.

As oportunidades em torno desse termo tão especulado no mercado são atraentes, mas antes de pensar em implementar tecnologias da era digital, é necessário compreender a jornada de desenvolvimento tecnológico que antecede a I4.0.

Infelizmente, grande parte das indústrias no Brasil ainda não estão maduras o suficiente em termos de automação de processo. De acordo com o levantamento realizado pela Federação Internacional de Robótica (IFR), em 2017, o Brasil tinha um estoque de robôs que representava apenas 0,6% das máquinas em todo o mundo.

Pensando neste cenário, resgatamos neste artigo um compilado das 3 revoluções industriais que antecedem a indústria 4.0, com destaque para a automação industrial e seu impacto nessa jornada. Vamos conferir?

A jornada de transformação da indústria

Todas as revoluções industriais precedentes a era digital desencadearam algum tipo de benefício para o processo industrial. Desse modo, entender e se adequar a cada uma delas, é o primeiro passo rumo a indústria 4.0.

1º Revolução industrial: mecânica
A primeira revolução industrial teve início no final do século XVIII, com forte impacto na substituição das pessoas e animais, como mão de obras, por máquinas. O surgimento das máquinas à vapor possibilitou a produção em maior escala, ampliando os lucros e fortificando o sistema industrial.

2º Revolução industrial: elétrica
Já a segunda revolução iniciou no início do século XX, em um período de otimização das máquinas que já existiam e também de segmentação das várias tarefas dos processos industriais. Uma das principais novidades dessa revolução diz respeito à energia elétrica, uma vez que, o petróleo e a eletricidade começaram a ser utilizados para o abastecimento das máquinas.

3º Revolução industrial: automação
A terceira revolução industrial foi uma etapa de muita transformação na indústria. Nesse período, o avanço da tecnologia teve forte propagação e a informatização (computadores e internet) de fato chegou na indústria.

O desenvolvimento da robótica é um dos destaques dessa era, uma vez que possibilitou a automação de tarefas repetitivas e o aprimoramento do processo produtivo. Tal fato contribuiu para o aumento da produção e também a redução de custos na indústria.

Afinal, por que a automação industrial é tão importante para a indústria 4.0?

A automação industrial é a aplicação de tecnologias nas indústrias principalmente para aumentar o desempenho dos equipamentos. Nesse sentido, ela é um importante pilar para impulsionar o desenvolvimento tecnológico da planta, garantindo assim, a maturidade física necessária para conectar novas tecnologias da indústria 4.0 no processo produtivo.

Além disso, sistemas automatizados em conjunto com a digitalização, proposta pela indústria 4.0, permitem o monitoramento e a obtenção de dados dos processos industriais em tempo real, de forma que a equipe possa controlar todas as etapas de produção e reagir a falhas no processo de forma ágil. Com tal avanço tecnológico, as informações fornecidas são mais confiáveis, embasam tomadas de decisão assertivas e contribuem para o crescimento da indústria.

As três primeiras revoluções industriais citadas no tópico anterior trouxeram a produção em massa, a eletricidade e a tecnologia da informação à indústria. A quarta revolução industrial, sugere um impacto mais profundo e para fazer dessa nova era, é preciso mudar o mindset produtivo e transformar as plantas industriais em fábricas inteligentes.

Isso significa que, empresas que almejam fazer parte da era digital, precisam garantir a automação dos processos industriais antes de recorrer a implementação de tecnologias disruptivas.

Viu porque a automação industrial é indispensável para a evolução na jornada rumo a indústria 4.0? Se você ainda tem alguma dúvida, entre em contato com a nossa equipe de xperts para que possamos te ajudar!

Date: 28 February, 2020 Author: