cinza (1) (Copy)
Aplicações de controle e supervisão na Vale

Operação remota das máquinas de pátio

Compartilhe nas redes sociais!

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Desafio

Nosso desafio era propor soluções inovadoras que trouxessem mais segurança, estabilidade e eficiência com a operação remota de máquinas de pátio na Serra do Salitre.

 

Além disso, o fato de as máquinas de pátio operarem em uma plataforma de automação diferente da usina (processo subsequente) também era uma questão a ser resolvida.



Solução

Em um cenário onde os PLC’s das máquinas de pátio são da SCHNEIDER e o sistema de operação da planta é o PCS7 da SIEMENS, o primeiro passo foi integrar essas plataformas gerando o mínimo de impacto possível para uma interpretação simples, ágil e compreensível das informações na operação.

 

Na sequência, implementamos melhorias para otimizar a atividade das máquinas de pátio e viabilizar a operação remota. Ou seja, estabelecer um cenário seguro, eficiente e confortável para que o operador possa atuar na sala de controle de forma mais inteligente.

 

Dentre as ações realizadas estão:

 

 

  • Instalação de GPS (Sistema de Posicionamento Global) nas máquinas para trazer mais confiabilidade no posicionamento delas e reduzir os riscos de colisão no pátio.
  • Posicionamento das máquinas em baliza, na qual o operador digita a posição desejada e a máquina faz a movimentação sozinha, trazendo mais conforto e praticidade para a operação.
  • Implementação de sensores na empilhadeira para identificar a quantidade de material presente nas esteiras e enviar comandos para a máquina operar de forma automática. Ou seja, parando a máquina quando falta material e retomando a atividade quando há o que empilhar, dispensando a intervenção manual do operador.
  • Instalação de câmeras nas máquinas (CFTV), para que o operador tenha uma visão geral do pátio e possa intervir a qualquer momento, em caso de falhas no sistema.
  • Desenvolvimento de um algoritmo para controle automático do nível do silo de abastecimento da usina: Este algoritmo controla automaticamente o passo de avanço da retomadora, por meio do controle do nível do silo de abastecimento da usina, mantendo uma estabilidade deste nível, ao absorver as alterações de consumo da usina.



Resultados

Além de trazer mais estabilidade e eficiência para o processo como um todo a operação remota e centralizada das máquinas de pátio trouxe também:

 

  • Instrumentação mais moderna e robusta que promove mais segurança operacional, diminuindo riscos de colisões entre máquinas e acidentes com pessoas.
  • Mais sinergia entre as áreas e possibilidade de historizar mais dados, que antes ficavam apenas nas máquinas agora também é historizada no PIMS permitindo análises futuras.
  • Vantagens para o dia a dia dos operadores que agora podem atuar de forma mais segura e autônoma de dentro das salas de controle, o que facilitou muito a aceitação do projeto.
  • Estabilidade operacional de alimentação da usina, com redução de paradas por nível alto ou por falta de material.




Videocase do projeto

Aproveite para ler outras publicações!

No more posts to show